medicamento

VOCÊ SABIA que é possivel conseguir medicamentos de alto custo pelo SUS, neste artigo apresentarei orientação aos pacientes que residem em São Paulo,  quais são os procedimentos necessários para se obter medicamentos 


 

É possível adquirir administrativamente aqueles medicamentos não fornecidos nos postos de saúde, apresentarei detalhadamente os caminhos que você deverá seguir:

1) Acessar o site da Secretaria de Saúde de São Paulo:

  1. Clicar: Comissão de Farmacologia da SES/SP
  2. Clicar: Para ter acesso a cobertura da Comissão de Farmacologia clique aqui
  3. Clicar: Solicitação de Medicamento por paciente (de Instituição de Saúde Pública ou Privada)
  4. Clicar: Laudo de Avaliação de Solicitação de Medicamento:http://www.saude.sp.gov.br/resources/ses/perfil/gestor/assistencia-farmaceutica/medicamentos-do-componente-especializado-da-assistencia-farmaceutica/lme_eletronic_janeiro_2019.pdf
  5. Imprimir, entregar ao médico para preenchimento, assinatura e carimbo

 

2)  juntar os seus documentos pessoais, RG, CPF, comprovante de residência ;

  1. Paciente: juntar seus documentos pessoais – RG, CPF, comprovante de residência com CEP; exames que comprovem a necessidade do uso desses medicamentos.

Com todos esses documentos, o paciente ou seu representante deve dirigir-se aos locais de dispensçao de medicamentos ou no Endereço: Rua Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, nº 88, Cerqueira César, São Paulo – SP, CEP: 05403-000.

Atenção: Levar os documentos em duas vias para que possa obter protocolo de recebimento da apresentação dos documentos, isso lhe dará amparo caso necessite ingressar com pedido judicial do medicamento necessário.

Caso não possa ir pessoalmente o paciente poderá ser representado, devendo ser apresentada declaração autorizadora, cópia dos documentos pessoais do representante, número de telefone do representante.

No prazo estimado de 30 dias o Paciente será comunicado . A  possibilidade de solicitação de medicamentos e dieta enteral, é de suma importância evitando a judicialização.

No caso de negativa do pedido administrativo da Secretaria Estadual de Saúde a medida cabível é a via judicial, onde o paciente poderá procurar um advogado de sua confiança.

Fabiana Augusto Duarte Menezes

OAB/SP 344.445

 

 


# medicamento #saude #paciente #atibaia #advogado #hospital #planodesaude